Terapia Cognitiva Comportamental

Terapia Cognitiva Comportamental

Atualizado em 16/03/2020
Por Editor De Conteúdo

Terapia Cognitiva Comportamental

Atualizado em 16/03/2020
Por Editor De Conteúdo
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A TCC( Terapia Cognitivo-Comportamental) começou nos anos 60, com a revolução cognitiva em Psicologia. Bandura teve a contribuição muito importante porque demonstrou que desempenho e aprendizagem são coisas diferentes, em função dos  estudos que ele fez com crianças que observavam modelos. A partir daí começou a ser possível aceitar também a influência de variáveis cognitivas, com a contribuição de outros autores como Aaron Beck, que era psicanalista e que estava começando a conceber a importância dos processos cognitivos como pontos de influência nos nossos estados de humor e, conseqüentemente, nos comportamentos que apresentamos.

Através de seus estudos em pacientes com depressão, ele demonstrou como o funcionamento desses pacientes eram marcados fundamentalmente por uma visão pessimista que tinham de si mesmo. Era uma visão pessimista do mundo do qual faziam parte, em que eles acreditavam que o mundo não conseguiria satisfazer as suas necessidades, que eram incapazes, fracassados ou incompetentes ou doentes. E com isso eles tinham uma visão negativa de si, do mundo e acreditavam que o futuro era sem esperança. E isso acaba fazendo com que as pessoas viessem a ter reações suicidas, ou até comportamentos suicidas.

Assim surgindo uma vertente terapêutica chamada de Terapia Cognitiva. O modelo teórico da Terapia Cognitiva (TC) parte do princípio que as pessoas desenvolvem e mantém crenças de si e da vida, por vezes distorcidas, e agem em função delas. A modificação destas crenças, principalmente as que são a respeito de si mesmo, seria o principal objetivo da terapia. As terapias cognitivo-comportamentais são aquelas que conciliam técnicas de mudança de crenças com técnicas comportamentais.

Para Beck (1997), as técnicas comportamentais podem ser agregadas à terapia cognitiva para mudar comportamentos, mas também para extrair cognições associadas a comportamentos específicos. As técnicas cognitivas, em complemento, são eficientes para corrigir a tendência do paciente a fazer e fazer inferências incorretas referentes a eventos específicos.

Na parte comportamental, já havia evidências muito claras da efetividade deste tratamento para TOC ( Transtorno Obsessivo Compulsivo) e outras fobias específicas, outras formas de ansiedade, transtorno de pânico, ansiedade, estresse pós-traumático e agorafobia.

Hoje já existem muitos trabalhos com bulimia, anorexia, transtorno invasivo do desenvolvimento, transtorno de hiperatividade e déficit de atenção, transtorno opositivo desafiador, autismo infantil, esquizofrenia, transtorno bipolar entre outros.

A TC trabalha com conceitos cognitivos, tais como:

Crença Central

São crenças a respeito de si e dos outros, geralmente bastante fixa e pouco flexível. Tem a ver com esquemas (que são formas de ver o mundo padronizadas por nós mesmo ainda na infância). Construídas na infância e adolescência através de situações traumáticas ou freqüentes, apresentam-se  de forma rígida e cristalizada, formando um esquema complexo que rege nossos comportamentos

( Ex.: “Sou Burro”, “Sou Capaz”, “O mundo é terrível” ou “Sou o máximo)

Crença Periférica ou Crença de Suporte

São as crenças derivadas da Central que dão suporte a ela, corroborando-a diante das situações cotidianas. Muitas vezes  em forma de “Se…então”, é um nível mais profundo de pensamentos que regulam nossa forma de ver o mundo.

(Ex.: “Se eu não for bem em matemática, então sou mal aluno” ou “Se comi um doce e estraguei a dieta, posso comer tudo o que estiver em minha frente”).

Pensamento automático

Pensamento que vêm à mente quando nos deparamos com situações-chave que fazem acionar a crença central. Muitas vezes de difícil acesso, está relacionado a situações ou lembranças, e deflagra emoções, sensações e comportamentos específicos.

(Ex.: Em um dia de prova – situação – penso: “Não sei nada, vou me dar mal”).

Editor De Conteúdo, aqui no Blog.
Pesquiso as melhores informações para trazer informações de qualidade para você. Focado em informação útil e qua ajuda no dia a dia tornando o conhecimento mais fácil.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Terapia Cognitiva Comportamental.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tenha o total controle das informações do seu negócio, e conte com a nossa solução para crescer com você.

COMUNICADO OFICIAL

A Fundação Fiaine, uma instituição que tem por objetivo promover a saúde, educação e assistência social comunica que estão SUSPENDENSAS NOSSAS ATIVIDADES NA COMUNIDADE ATÉ O DIA 31/03/2020. 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This